quarta-feira, 2 de maio de 2012

Um Balanço da Saúde de Sobradinho e Região

O Conselho Regional de Saúde de Sobradinho realiza reuniões ordinárias toda 2ª quinta-feira de cada mês para discutir os problemas, benfeitorias na área da saúde. As reuniões são abertas à comunidade, usuários e servidores.


Por Júnior Nobre (texto e fotos) / com a colaboração da CGSS ( Coordenação Geral de Saúde de Sobradinho-DF).

Este mês de maio comemora-se o aniversário de 52 anos de Sobradinho e também o Dia das Mães, pensando nesta situação específica da maternidade, O Jornal de Sobradinho foi bater na porta do Hospital Regional de Sobradinho que é referência em maternidade infantil, aleitamento e que agora está finalizando uma grande obra com 3mil e 500 quinhentos metros quadrados de área construída onde serão inseridos novos serviços de UTI Neo e Alto risco e a melhoria da maternidade que será oferecida aos sobradinhenses.

Além do Conselho de Saúde, existe o Colegiado Gestor, composto pela Diretoria e Chefias locais, que deliberam sobre o planejamento e execução de ações em prol de melhorias na área da saúde. Lembrando que a Coordenação Geral de Saúde de Sobradinho é responsável por três regiões administrativas: Sobradinho, Sobradinho II e Fercal.

Existem serviços na área da saúde que são credenciados para atendimento a mais de 300 mil habitantes. Para atender às necessidades da população e com melhor qualidade, existe hoje, um Colegiado da Região Norte (Sobradinho e Planaltina) para discussão e resolução dos problemas referentes à nossa população. Um exemplo do mencionado é o ambulatório de especialidades no HRS que é referência regional. Na área de ortopedia temos o Método de Tratamento Ortopédico, ILIZAROV, que é único no DF, inclusive atendendo pacientes oriundos de diversos Estados da Federação.

A Regional de Sobradinho se caracteriza pelo atendimento no:
  • Hospital (HRS)
  • 4 Postos Rurais
  • 2 Equipes Saúde da Família
  • 3 Centros de Saúde
  • Núcleo de Referência a Atenção Domiciliar ( NRAD)
  • 3 PACS
  • 1 CAPS AD (Centro de Atenção Psicossocial aos usuários de álcool e outras drogas)
  • Núcleo de Fisioterapia ( NUFIF)
  • CACS – Programa de Agente Comunitário em Saúde.
Para a CGSS inúmeros problemas foram detectados, e os mais relevantes e que trazem impacto negativo são:
  1. dificuldade de acesso da população aos serviços;
  2. déficit de recursos humanos;
  3. pronto socorro superlotado;
  4. baixa resolubilidade na atenção primária;
  5. condições inadequadas de serviço;
  6. tratamento desumano ao usuário
É bom lembrar que existem dois lados da moeda: o do paciente fragilizado, enfermo e o do servidor sem as condições adequadas para trabalhar e exposto a todos os riscos inerentes ao exercício da profissão.


Atualmente o HRS disponibiliza de 190 leitos e presta atendimentos nas seguintes áreas: Clínica Médica, Clínica Cirúrgica, Pediatria, Trauma-Ortopedia, Ginecologia-Obstetrícia. Serviço completo de odontologia, hemodiálise, UTI adulto, Berçário de alto risco, apoio diagnóstico de média e alta complexidade, Serviço Ambulatorial de Especialidades. Nos números isso quer dizer que:

Atendimento/Dia
Atendimento/Mês
Pronto Socorro
850 pessoas
25.500 pessoas
Ambulatório
450 pessoas
13.500 pessoas
Exames Laboratório
2900 pessoas
87.000 exames


Já o consolidado estatístico de atendimentos realizados em Emergências e Ambulatórios de oito regionais de saúde, de janeiro a setembro de 2010 indicam :
Serviços
Atendimento Emergência
Atendimento Ambulatorial
HRP
220.787
48.166
HRPA
225.471
46.457
HRAN
109.212
78.509
HRGama
249.514
62.880
HRS
258.461
95.795
HRT
271.562
152.464
HRC
421.335
64.887
HBDF
267.074
285.000



REFERÊNCIA

Atualmente HRS conta com 24 consultórios e um conceituado Ambulatório de Especialidades que é referência na área de saúde do DF e região norte. Vários serviços merecem destaques como:
Endocrinologia, Ortopedia, Cirurgia, Nefrologia, Oncologia, Cirurgia Vascular, Neurologia, Gastroenterologia, Proctologia, Fisioterapia, Otorrinolaringologia, dentre outros.

PROPOSTA

É vislumbrada através da portaria /MS 1.101/2002 uma real proposta para ampliação dos serviços da Regional de Saúde de Sobradinho, o que isso representa:

A construção de um bloco de emergência para os seguintes serviços:
  • 600 leitos
  • 30 leitos de UTI adulto
  • 10 leitos de UTI Neo
  • Pronto Socorro adequado as condições vigentes RDC
  • Centro Cirúrgico com 8 salas
  • CME (Central Material de Esterilização), Lavanderia, Almoxarifado, Farmácia adequados,
  • Correção do anel viário e entrada de serviço adequada, com abrigo externo para resíduos.
  • Construção de uma Policlínica de especialidades com as seguintes características: ambulatório de especialidades médicas com 40 consultórios com serviços de imagem e laboratório, Centro de Ensino e Pesquisa e Setor Administrativo.

ENSINO

Vêm aí um prédio de 4 mil metros quadrados, o projeto já está em execução e o custo estimado será de 18 milhões de reais.

É fato que o HRS é uma escola desde sua fundação, já foi campus da UnB, é campus da FEPECS – Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde, atualmente recebe 400 alunos de diferentes áreas da saúde, 53 residentes/ano e alunos dos seis anos de medicina.

AUDITÓRIO

Situação atual: Caiu há mais de dez anos

É factível neste governo a construção de um novo auditório, e segundo a direção do HRS a licitação está prevista para o próximo mês

BLOCO MATERNO INFANTIL

Esta foi uma obra orçada em 17 milhões de reais com previsão de inauguração em Julho do corrente ano, está em fase final de construção com 3mil e 500 metros quadrados de área construída onde serão inseridos novos serviços de UTI Neo e Alto risco e a melhoria da maternidade.

FARMÁCIA DE ALTO CUSTO

Este é um projeto do Gabinete da SES-DF que disponibilizará de uma nova sede para Farmácia de Alto Custo, Infusão e Central de Farmácia de Atenção Primária.
  • com área para dispensar medicação alto custo
  • área para aplicação de medicação
  • distribuição de medicação da atenção primária

SAÚDE MENTAL ( REGIÃO NORTE) – CAPS ad 24H

Já é uma referência em Saúde Mental Regional. Segundo visita de representantes da Casa Civil da Presidência da República, o CAPS ad tipo III , isso significa atendimento 24h aos usuários de álcool e drogas de Sobradinho II e atualmente é o único com condições de ser credenciado no Distrito Federal. É que há uma proposta de adequações e credenciamento até este mês de maio. Apresentação do Plano de Saúde Mental da região Norte, bem como captação de recursos para reforma e construção do novo CAPS ad.

NOVO COMPLEXO DE SAÚDE EM SOBRADINHO II

Complexo de Saúde (será composto por Clínica da Família (CF), Unidade de Pronto Atendimento (UPA), Centro de Atenção Psicossocial aos Usuários de Álcool e Drogas (CAPS ad).

Obras iniciaram pela Clínica da Família e dará destaque a Atenção Primária de Saúde, Medicina Alternativa, Programa de Saúde nas Escolas, Programa de Saúde do Homem e Saúde da Mulher

OUTRAS OBRAS EM ANDAMENTO:
  • Construção de Clínica da Família na Comunidade BASEVI - (Terreno já foi doado pela SPU)
  • Construção de Clínica da Família no NOVA COLINA – ( Já licitado e terreno de 6mil metros quadrados em terraplanagem )
  • Construção da UBS (Unidade Básica de Saúde) na Comunidade de QUEIMA LENÇOL – Segundo a direção do HRS existe um TAC ( Termo de ajuste e conduta) com a fábrica CIPLAN para construção da UBS.

RESUMO:
2011
Terreno de 20 mil m²
(em frente ao Restaurante Comunitário de Sobradinho II)
Terreno Nova Colina 6 mil m²
Casa do Administrador
Reforma do CS Nº 1
Tomógrafo
Duas salas de RX
Serviço de Colonoscopia
Reforma da sala de endoscopia
Maior eficiência em manutenção predial Hospitalar
Ampliação da ESF para 17%
Aditivo Bloco Materno Infantil



2012
Complexo de Saúde
(Clínica da Família e Academia da Saúde)
Clínica da Família (Nova Colina)
CAPSi (Reforma)
Reforma CS Nº 2
Início da obra do Bloco de Emergência HRS
Reforma das Enfermarias HRS
Reforma da Hemodiálise HRS
Reforma atual CSS 03 para CEO
Inicio da obra da Policlínica de especialidades HRS
Início construção do Auditório
Inauguração do Bloco M. Infantil. 
ATÉ 2014
Complexo de Saúde
(UPA e CAPS ad)
Transformação do Atual CAPS em Unidade de Acolhimento
Construção CAPS i
Construção da UBS Q. Lençol.
Inauguração do Bloco de Emergência
Reforma NURFIF
Reforma dos Postos Rurais
CEO
Inauguração da Policlínica de Especialidades
Inauguração do auditório
Farmácia de Alto Custo




















Todos os créditos desta matéria são da equipe do Jornal de Sobradinho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe a sua opinião sobre esta matéria. Ajude a sua cidade a ficar melhor!